O FILHOTE BOTAFOGO DF, ASSENTOU O PAU BEM FUNDO, NO TRASEIRO DO GATO SEU PAIZÃO CEILANDIA ESPORTE CLUBE.

O FILHOTE BOTAFOGO DF, ASSENTOU  O PAU BEM FUNDO, NO TRASEIRO DO GATO SEU PAIZÃO CEILÂNDIA ESPORTE CLUBE.

gato

                Já dizia aquele velho e renovado ditado: “AQUI  SE FAZ  E AQUI SE PAGA!!!”

         Hoje, dia 23 de fevereiro de 2013,  no estádio Abadião, o Botafogo DF cumpriu, com aplausos, o ritual fúnebre das esperanças do Ceilândia Esporte Clube, aquele mesmo gato MALDOSO que promoveu reuniões, almoços e  juntou a tribo dos malfeitores para forçar, à marretada, a permanência do Botafogo DF no campeonato 2013  da primeira divisão do DF.

          Hoje o Ceilândia Esporte Clube, foi para o jogo da 6ª. rodada, na sua própria casa, como anunciava o ESPORTE CANDANGO, com a seguinte esperança:  “… Agora, o Gato precisa de uma vitória simples sobre o Botafogo-DF para assegurar um lugar entre as quatro melhores equipes do primeiro turno do Candangão 2013”.

         E, até por que, o Botafogo DF, não aparentava ter nenhuma possibilidade de não perder de goleada, a favor do Ceilândia Esporte Clube.

         Ademais, por uma simples e admissível questão de gratidão, o Botafogo DF, em tese, não teria como não deixar de cooperar com o seu pai, Ceilândia  Esporte Clube, para que este se classificasse e assim, assegurar um lugar para a disputa das semi finais, entre as quatro melhores equipes do primeiro turno, pois foi o Duque Besta Beleza, capataz do Ceilândia Esporte Clube, quem comandou a campanha para que o Bolamense  não  participasse deste Campeonato, permanecendo na respectiva tabela o Botafogo DF que, ao que todos já sabiam, de antemão seria, como de fato está sendo, o saco de pancadas neste campeonato. 

    Mas o Ceilandia Esporte Clube semeou vento e, portanto, de forma alguma,  deixaria de colher tempestade, logo hoje, no sagrado dia em que a sua sobrevivência estava nas mãos do seu filhote Botafogo DF. 

           Mas, gente, se urso não tem amigos, também ele não é amigo de ninguém!

      E o urso  Botafogo DF que, na semana passada, foi alvo de uma tentativa de assassinato, após ter recebido do Capital E. Clube várias pauladas na cabeça, esse mesmo urso aprontou hoje. E aprontou feio!

        O Cachorro Botafogo DF, atirou o pau  para o fundo do  traseiro do gato Ceilândia Esporte Clube e  no meio da rua. O negócio (o pau do cachorro)  entrou todinho no traseiro do  gato e começou aquele puxa p’ra lá e puxa p’ra cá, até terminar o jogo. Deu 1 a 1. O cachorro  Botafogo DF, nada ganhou, mas enrabou o gato e, quando o juiz chegou perto deles, com medo, o cachorro  Botafogo DF, tirou o seu pau de dentro do gato e o pau saiu junto com 2 pontos que deixaram o gato, atordoado, manco e fora das semi finais.

        Você deve estar se perguntando: mas semi-finais, no Candangão? Porque?

        Aqui vai a explicação:

        O Ceilandia, aliás, o Duque Besta Ceilandês, piloto do Ceilandia Esporte Clube, ao aperceber-se daquele atrapalhado  e anestesiado estado em que se encontravam os demais Clubes pela enxurrada de conflitos de interesses pessoais    mal ordenados   dos seus  Presidentes, logo, ele Duque Besta, com aquela sua esperteza fétida e  sórdida que todos nós conhecemos, engendrou a autoria desse tolo plágio do sistema duas chaves de seis clubes cada (Chave A e Chave B) para o Candangão que, aliás,  sempre foi bem mais justo no seu resultado final, através do sistema pontos corridos –todos contra todos, ida e volta e sagra-se campeão no final, o Clube que tiver maior número de pontos ganhos-.

      Esse plágio engendrado pelo Duque Besta Ceilandês, vis a vis ao Campeonato Carioca,  para além de ser condenável (porque nada justifica um plágio numa sociedade ética e honesta) também não guarda o mínimo de concordância realista com a nossa experiência no futebol profissional no DF. O que levou o Duque Maluco Ceilandês a influenciar a adoção desse plágio, foi a certeza que ele tinha de que  tal sistema seria  o caminho mais curto para a  classificação para  às semi finais  do seu Ceilandia E.Clube. Aliás, assim já acontecera no campeonato de 2012.

       Mas, como a esperteza é sempre sinonímia da burrice, que no seu resultado final, sempre se revela extremamente  danosa para o pobre do esperto, hoje coube ao Botafogo DF,   dizer ao Duque Besta do Ceilandia E. Clube,  que o futebol se ganha dentro de campo e que não é o futebol que transforma pessoas em cafajestes, são os cafajestes é que pensam que podem transformar o futebol em paraíso de malandros –coisa que jamais alguém conseguirá!

         O Botafogo DF só precisou de um magríssimo gol para, com ele, deferir o chute mortal nos planos do Ceilandia Esporte Clube, que vai ficar na arquibancada assistindo aos jogos semi finais do primeiro turno. E, quiça, assim também acontecerá na parte final do Candangão 2013.

     O resultado de hoje para o Botafogo DF, só enseja uma triste saudação de um sombrio  “nossos pêsames”,  rumo a queda para segundona, com alertas sobre os fantasmas que ainda estão por vir durante o dificílimo segundo turno do campeonato!

     Mas valeu, pelo pau que o Botafogo enterrou fundo e merecidamente, no traseiro do gato Ceilandia Esporte Clube.

      O Duque Besta  esperto e malandro contumaz agora, certamente, já está engrenando outras espertezas mas que, no final redundarão em derrotas para o Ceilandia Esporte Clube. Ele só vive amontoando pedras contra si mesmo!

      Um abismo, chama outro maior: isto explica a situação da Sociedade Desportiva Brazlândia e do Clube  Legião que se deixaram influenciar pelo mal e hoje estão amargando no fundo da tabela a beira da queda para a segunda divisão.       Que saibam abraçar a maior virtude terrena: “aprender com o bem, aprender nos livros e aprender com os próprios erros e fugir da má influência. “

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *