Home
Você está aqui: Home » Eixo de Pensamento

Eixo de Pensamento

O Presidente  e   Fundador da agremiação,  Bolamense Futebol Clube do Brasil, Prof. António Teixeira, recentemente,  concedendo  entrevista à um  jornalista italiano, sempre no seu estilo,   sério e firme,   ao ser questionado, com subjetivismo, sobre o  porquê de um Clube Afro Brasileiro em Brasília, Capital do País do futebol, afirmou o seguinte : “Tudo o que eu faço, faço-o  com firmeza, determinação e  competência,  e, por isso mesmo,  executo as minhas atribuições,  com eficiência e eficácia.  A incompetência não entra no meu cardápio. Ser Bolamense, não é questão de uma simples denominação clubista ou de lugar em que se nasceu. Ser Bolamense,  é marca histórica e  registrada nos nossos corações e nas nossas consciências coletivas, lugares aonde só guardamos valores como, a Honestidade, a  Paz, a  Determinação,  o Trabalho legítima e a   Competência  inconteste, em busca incansável de sucesso e vitória. E quem não acreditar nisso pode pagar para ver! Espere que em menos de um ano, você verá  jogando num dos melhores clubes do seu País,  a Itália,  um dos melhores talentos mundiais  do futebol, revelados por nós. E ele será Guineense/Bolamense,  sem pretensão de se naturalizar italiano, português, inglês ou coisa que pareça.  E absolutamente nada contra os que se naturalizaram, porque a conjuntura  global, transformou a exigência de naturalização de craques e de altos intelectuais Africanos nos Países Europeus,   numa outra questão. Ontem,  o   homem africano  era feito escravo, hoje são os nossos talentos intelectuais, técnicos e desportistas de altíssimo nível que são,   ex vi  legis, (uma espécie moderna de mendigos da milagre) transformados em cidadãos europeus. Porque afinal, se  não optarem por essa naturalização, a maioria deles, não pode jogar na Europa ou auferir salários astronômicos já que  só um pequeno número consegue jogar e preservar a sua cidadania originária. Daí,, por exemplo, hoje, quando   a seleção de alguns Países europeus entra em campo, dá para perguntar se é ou não uma seleção africana que está jogando. Mas, estamos confortados porque, afinal, a roda  justíssima da história é inexorável! ”

Ir para Cima